quarta-feira, 30 de maio de 2018

eutanásia, não


em lugar da morte
assistida
quero a vida
prometida.

quero-a sentida
medida
até à exaustão
mesmo na dor
ou no perdão
de ir ao fim
ver como são
os limites da compreensão.

lm_30.mai.2018

Contraditório


1 comentário:

  1. concordo! não se defende a vida, antecipando a morte...
    um belo poema.

    abraço, amigo Luís Castanheira

    ResponderEliminar