quarta-feira, 29 de março de 2017

sorrisos...

Ivanlifan


Prometo-te que ainda hei-de apanhar um avião
e hoje, que o céu está aberto a um prematuro verão
era um dia bom para te lançar sorrisos e, suavemente
poisarem no teu regaço
mas há momentos melhores e agora não me apetece sair.

Fico aqui à espera do verdadeiro verão 
iremos ambos à praia e aí dois sorrisos nadarão.


4 comentários:

  1. "sorrisos de uma noite de Verão", escreveria se tivesse de dar um título...

    se pensas viajar de avião cuidado com turbulências atmosféricas.
    próprias da época-

    belo poema
    abraço. caro amigo Luís

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito! Mas, não hesite...siga a espalhar sorrisos!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. e será a cumplicidade dos olhares

    belíssimo poema

    :)

    ResponderEliminar
  4. Luís, apanhe esse avião - já -, ainda que não seja, de todo, Verão. Amanhã pode haver "uma greve" e não poder ir.... Não espere pela estação perfeita, não espere pelo momento perfeito, pelo tempo perfeito; Agora é o tempo, amanhã... quem sabe o que haverá.
    Beijo de luar

    ResponderEliminar