domingo, 27 de novembro de 2016

corpos à venda

Hera_deusa grega


de tanto querer
o desejo
morre ao nascer
e o fim
não são os meios
mas os anseios.

estátuas gregas
de mármore deitadas
poisam no jardim
em sonho gelado
e cheiro a jasmim.

já a noite avança
presa ao luar
e o olhar de amantes
toca-se sem se dar.

e só em plena manhã 
de sombras e paixão vã
estendem os braços em verde 
cama, beijando os dias da sede.

.......

o amor, esse dar e receber
não pode ter um só querer...!




8 comentários:

  1. colhidos gota a gota- amor e desejo:
    como amoras silvestres.
    muito bem.

    abraço

    ResponderEliminar
  2. O amor não tem preço. E ouso dizer que nem o prazer tem preço. Os que se tocam sem se darem apenas usam a máscara do desdém para se enganarem a si mesmos...
    Você toca sempre em temas sensíveis, amigo.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  3. pertinente...num mundo onde tudo(ou quase) se compra e se vende,o amor (o verdadeiro)esse não tem preço porque esse não se compra.
    talvez o prazer, mas até esse acho que só para quem o pagou.
    como diz a Graça um tema muito sensível(mesmo)
    andei por aqui a ler e confesso que gosto deste poetar.
    há tantos talentos na bloguesfera.
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  4. Um poema excelente e filosófico sobre a profundidade do amor,
    este se manifesta no corpo e alma, numa harmonia encantadora
    e entrega verdadeira. Outros sentires sempre serão inferiores
    ao amor.

    Parabéns, apreciei muito, meu amigo Luís.
    Boa semana no alto astral!
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. gostei que gostasse...
      uma semana feliz e em paz.
      que o seu karma, Amiga, seja
      elevadíssimo (sem princípio e sem fim).
      se tiver tempo, espreite outro blog meu: https://alemabarca.blogspot.pt/

      Eliminar
    2. sim, meu amigo.
      Grata pelo teus votos!
      Realmente o meu tempo é muito ocupado e gostaria de ter
      mais tempo para a disponibilidade de partilha literária,
      poética e outra artes (música, pintura e fotografia...).
      Na medida desta possibilidade de tempo, faço os meus voos
      da partilha nos espaços amigos...
      Vou adicionar todos os seus espaços, sei da certeza da
      qualidade e do acréscimo destas partilhas.
      Grata!
      Ps: Aprecio e sou grata com seus comentários generosos,
      profundos, inteligentes, poéticos e incentivadores para
      o meu exercício da escrita...
      Abraço grato!

      Eliminar
  5. * ou veja no meu perfil os blogs que tenho, incluindo o G+, e talvez encontro matérias (música, poesia, fotografia, crónicas, artigos de jornais, e outros) que poderá gostar
    Um grande abraço e os meus sentimentos pela tragédia na Colômbia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, farei.
      Uma tragédia realmente, amigo.
      Abraço de paz!

      Eliminar