segunda-feira, 9 de maio de 2016

as primeiras letras




um dia...



 onde as mais doces palavras
 para lê-las venhas a indicá-las
 seguindo as linhas do caderno
 com o teu ainda curto indicador
 e soletrares pausadamente 

 cada sílaba como pétalas da flor
 aprenderás que a vida também é  composta  de junções.

mas muito tempo haverá
 para além desse mundo de criança
 onde  também a descoberta se fará  noutras  linhas noutras palavras  ...noutros  sabores
 por vezes com algumas  dores.


2 comentários:

  1. Um poema encantatório. Levou-me aos bancos da escola...
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. A vida é uma aprendizagem permanente.
    Magnífico poema, gostei imenso.
    Bom fim de semana, caro amigo Luís.
    Um abraço.

    ResponderEliminar