sábado, 21 de novembro de 2015

o mar

Foto: LuízM Castanheira_Ribamar  



o mar donde nascemos, não cuidamos
e não sabemos...
que por mais que o amamos
ao matá-lo, morremos !




Marcus Eriksen/Reuters /Jornal "Público

2 comentários:

  1. Um pequeno poema que é uma enorme chamada de atenção. Toda a gente diz que ama o mar, mas a verdade é que nem todos o respeitam...
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. É dentro de nós que o presépio acontece.
    É em nosso olhar que a Luz dos sonhos se demora.
    Com um cântico de Natal preso na voz desejo-lhe BOAS FESTAS.
    Beijo.

    ResponderEliminar