quarta-feira, 22 de outubro de 2014

a taça

taça Wicca

Na minha taça há um sonho não bebido,
uma qualquer essência dilatada, 
mas não transbordada.
Há um grito ou um gemido,
ali escondido,
preso ao metal,
que não se solta nem me faz mal.
É desse sonho que me alimento
- olhando a taça à distância dum lamento -
não o bebendo, matando a sede só de olhar
e esse grito ou gemido vem-me falar, 
comigo só e só comigo...... e esse sonho é meu amigo!


1 comentário:

  1. Chegar aos sonhos pelo trilho da sede... Muito belo.
    Abraço.

    ResponderEliminar