sábado, 2 de agosto de 2014

cardos



foto: luís castanheira

são cardos, Senhora, são cardos
nos  ombros espetados em pesados fardos
e um passo penoso pairando o destino
sobre os campos de pedra e a altiva serra
com frio que medra no vento que ferra
e o sonho voando dentro do abismo
este que Vós veis já desde menino

…e o rio não nasce no tempo escolhido. 

LM_ 30.jun.2014

1 comentário:

  1. Era melhor que fossem rosas...
    "e o rio não nasce no tempo escolhido. " Muito belo!
    Abraço.

    ResponderEliminar