quinta-feira, 17 de julho de 2014

sementes

ericeira_luís castanheira
poesia plantada em jardins de sonho e nada
voo fechado num abrir fundo da alma rasgada
e do cimo da montanha olho o vasto prado
mas só muito longe enxergo o verde esperançado

LM_


1 comentário: