domingo, 1 de junho de 2014

o fim



Pela minha mão seguiste
Confiante, em dia triste
Para um fim longe de ti.
Foste meu companheiro
Numa vida por inteiro


E hoje, sozinho, não te vi...!

Dei-te tudo o que queria
No muito que sentia


Mas tu,
Deste-me um mundo de alegria
Deste-me tudo o que podias
Até no sofrimento que sentias

Mas também te dei a morte
(eu que amo a vida
Mesmo estando perdida)
Neste dia de má sorte.

Meu doente e velho cão
Adormecido ficaste
Mas choro a minha decisão.

(para ti, Boss, que me deste TUDO)


Lm-31.mai.2014





Sem comentários:

Enviar um comentário