sábado, 31 de maio de 2014

tristes olhos


Tristes são os olhos que deslizam no meu rosto
São olhos sofridos de intenso desgosto
Olhos que me olham em queixosos lamentos
Palavras que eu sinto açoitadas por ventos
Silenciosas no vazio mas de gritante ausência
Já só sinto que magoam por breves momentos
E nesses instantes ocorrem-me mil pensamentos:
De que será que falam os teus olhos nos meus?
Que trémulos estão como estrelas nos céus!
Reparo na beleza da luz imanada em breve cadência
E com ela as palavras caladas nos olhos da gente.

LM_02.fev.2014



Sem comentários:

Enviar um comentário