sexta-feira, 30 de maio de 2014

Lidas na terra do mar


Pescador dessa dor
Remendas as redes da vida
Com mãos marcadas de sal.
Nos teus lábios o sabor
Duma existência ferida
Em terra com temporal.

O teu amar pelo mar
Fez-te agora naufragar
Tiveste mulher e filhos
Plantaste velhos trilhos
Os horizontes perdidos
São agora teus sentidos.

Faz-te ao mar ó pescador
Com pés assentes em terra
Cria o sonho do teu labor.


LM_10.fev.2014



Sem comentários:

Enviar um comentário