domingo, 8 de junho de 2014

disperão



I

No olhar duma criança
há janelas de esperança
nos gestos acumulados
e abertos na lembrança
no sonho de seres amados
- …e o Mundo em mudança!


II

Pequenos passos são dados
duma fraterna aliança
à noite os gatos são pardos
mas não deixam de ser gatos
havemos de ter esperança
de não se aliarem aos ratos.

III

Ao colher uma flor
do jardins por onde passo
comigo levo esse amor
no gesto simples que faço.

Mas ao captar tal beleza

efémera na minha mão
fica-me a firme certeza:
mais belas são onde estão. 

LM_12.ago.2013



Sem comentários:

Enviar um comentário