domingo, 8 de junho de 2014

Canção de amor

 Luís Castanheira
E toda a flor é bela
Independente do cheiro dela
Flor que não se cheira
Há-de haver quem a queira.

Há-de haver quem a queira
Há-de haver quem a ame
Flor desta roseira
Não deixes que alguém te trame.

Flor desta roseira
Tens o teu espaço devido
Não precisas de canseira
Para despertares o sentido.

Oh flor, oh meu amor
Oh flor linda de cor
Deixa espalhar o teu riso
Deixa, que eu não te piso.


E toda a flor é bela
Eu conheço uma flor
Que parecendo o rosto dela
Deixa-me perdido de amor.


Á noite penso bem nela
E o dia passo-o em furor
Só espero pintá-la em tela
Guardá-la no meu calor.


Oh flor desse canteiro
Espera por mim com ardor
Regar-te-ei por inteiro
E serei o teu senhor.

Não hás-de estar sozinha
Levar-te-ei ao altar
E quando fores velhinha
Eu quero aqui estar.

LM_22.jan.2014





Sem comentários:

Enviar um comentário