domingo, 8 de junho de 2014

amor, meu amor...



amor meu amor meu doce sorrir meu canto
minha esperança meu doce sentir
minha paixão em viver meu parto sem dor
minha brisa em flor minha saudade ao partir
amor meu amor é em ti que eu fico 
é em ti que renasço é em ti que eu vivo
é em ti que adormeço e em ti permaneço
é em ti que suspiro por cada momento
é em ti que eu ouço a brisa do mar
é em ti que amanheço é em ti que viajo
no tempo e no espaço e em ti me acho
é em ti que acordo e acordado desfaleço
amor meu amor minha estrada sem fim
meu bosque cerrado   com cheiro a jasmim
minha musa minha luz meu luar de ternura
meu berço embalado meu poema cantado
em voz sublime bem perto de mim
meu regaço aberto num porto de abrigo
de destino traçado e enfim   repousado
amor meu amor

LM_21.Jun.2004



Sem comentários:

Enviar um comentário